Mudanças!

Boa noite pra todos!
Sei que faz tempo que não posto por aqui, e  devido a correria do dia a dia, está ficando difícil administrar dois blogs (esse e o Minha Estante de Sonhos). E agora que estou entrando na onda de testar produtos e divulgá-los, acabaria arranjando um terceiro blog, e isso fica inviável. Assim, voltarei a reunir tudo o que escrevo, vivencio, assisto e curto em um único local.

Banner

Convido vocês a curtirem o mix dos conteúdos do Minha Estante de Sonhos e Contos e Reconto nesse novo blog: Cacheando Ideias. Não se preocupem que todas as minhas dicas anteriores de filmes, séries, animes, mangás, livros e HQs estão todos bonitinhos reunidos no Cacheando Ideias, assim como o carinho de vocês e seus comentários.

Espero que vocês gostem do meu novo cantinho assim como este. Obrigada a todos os seguidores!

O Luto

Nunca imaginei que ia começar a minha escrita com esse tipo de temática. Porém, devido a acontecimentos recentes em minha vida, esse texto surgiu.

O Luto

Ele vem tão de repente que custa para acreditarmos. Como se levássemos um soco e ficássemos tontos com o impacto. Falamos para nós mesmos para não chorar, pra não sofrer e isso só faz com que eles venham mais forte. As pessoas nos consolam, e não ouvimos. Como ouviríamos se tudo o que passa pela cabeça é ‘ele se foi’ ou ‘nunca mais o veremos’ ou pior ainda ‘quero ele de volta’. Sabemos que não tem volta, mesmo assim, desejamos com todas as nossas forças.

O turbilhão de sentimentos não acaba. Ligações, mais condolências. Amigos, parentes e pais se reúnem e mais sofrimento. E o que aprendemos disso tudo? Que o luto é uma forma de dividirmos o sofrimento, não guarda-los para nós. Tudo aquilo que guardamos para nós, uma hora ou outra, nós enfraquecerá por dentro. Uma tristeza não dita, uma humilhação não compartilhada e até mesmo as alegrias não contadas. A vida é feita do compartilhar, do dividir aquilo que não cabe em nós mesmos e assim, ao dividir, nos tornamos mais fortes diante do que quer que seja. Pra mim isso é o luto. Chorar no ombro amigo, abraçar aquele que sofre sem se conter, afagar aquele que está inconsolável em sua própria dor. É darmos as mãos e encararmos a perda de um ente querido juntos, apoiando uns aos outros para que a despedida não seja tão tortuosa quanto já é. Família é apoio, é aquilo que nos mantêm fortes diante de momentos difíceis. Uma mãe ou um pai podem fraquejar durante a perda de um filho, mas podem buscar apoio naqueles que lhe são mais preciosos: a família.

É diante do luto que vemos que sozinhos, nós somos fracos e indefesos. Mas juntos, somos mais fortes e sim, em homenagem daquele que se foi, vamos seguir em frente, guardando suas memórias na mente e no coração. Viveremos por nós, por você e por todos aqueles que nos é mais querido.

É a partir das memórias que nos tornamos eternos.

Ao nosso querido filho, irmão, neto, sobrinho, afilhado, companheiro, primo e amigo.

Dedico esse texto ao meu primo falecido nesse sábado. Aonde quer que esteja, sua memória será eternamente guardada em nossos corações. E quem sabe, um dia, voltemos a nos reencontrar.

Luíz Gustavo de Oliveira Lopes

(29/03/2014)

Get Started

Desde os meus quatorze anos, eu tenho essa vontade inesgotável de criar histórias. Comecei com histórias baseadas em animes (animação japonesa) e a partir dessas histórias, comecei a criar as minhas próprias, com meus personagens e meus mundos utópicos. Eu sempre ando com um caderninho na bolsa e vira e mexe eu acabo rascunhando alguma coisa.

O problema?

Passar para o computador. Ainda não consegui fazer uma rotina diária para a escrita (trabalho, faculdade, cursos). Então, resolvi criar esse blog, para assim começar a, diariamente, escrever contos, histórias, ou até mesmo minha opinião sobre filmes, livros, qualquer coisa (literalmente), até mesmo opiniões minhas sobre algum tema. Acho que isso vai me ajudar a pegar o ritmo da escrita. Não sou uma escritora profissional, não sou professora, não fiz faculdade de letras. Tudo o que me move é a criação de novos mundos. E espero que você (quem quer que seja), possa me ajudar com suas críticas, seus elogios e suas opiniões em geral. Que comece a escrita!

Anime_Girl

“Tudo o que dizemos é uma história. Mas nada do que dizemos é apenas uma história.” (Anne Fortier)